Palombar

pesquisa

 

Scroll Down

59.º CTVI | RECUPERAÇÃO DE MUROS EM PEDRA SECA

Este CTVI foi cancelado devido às medidas de combate à pandemia de COVID-19.

O 59.º Campo de Trabalho Voluntário Internacional (CTVI), dedicado à recuperação do património rural, é organizado pela Palombar - Conservação da Natureza e do Património Rural, em parceria com a associação francesa Rempart, o Município de Vimioso e a União das Freguesias de Algoso, Campo de Víboras e Uva, e decorre entre os dias 6 e 17 de abril, em Vale de Algoso, no concelho de Vimioso (Bragança). 

Durante este CTVI, serão realizadas atividades de recuperação de muros em pedra seca, uma técnica de construção tradicional que recorre ao uso de materiais ecológicos e locais da região. A preservação de muros em pedra seca contribui não só para conservar o património rural edificado, fruto do uso e aperfeiçoamento de técnicas ao longo de gerações, como também para promover a biodiversidade que lhe está associada. Os muros de pedra são um refúgio para uma grande diversidade de fauna e flora.

 

INSCRIÇÃO

A inscrição no 59.º CTVI pode ser realizada por todas as pessoas maiores de 18 anos.
Número máximo de participantes: 10. 

Preço (inclui alojamento, refeições e atividades de lazer) 
Preço geral 120€
Sócios/as da Palombar 100€

PROGRAMA

Em todos os dias do 59.º CTVI, o período da manhã será dedicado aos trabalhos de recuperação e as tardes serão maioritariamente preenchidas com atividades de lazer para descoberta do território.

Programa diário 

7:00 - 13:00 Recuperação de muros em pedra seca
13:00 - 15:00 Almoço
15:00 - 19:30 Atividades de lazer
19:30 - 21:30 Jantar


Atividades a realizar durante o 59.º CTVI

- Preparação da zona de recuperação (remoção e limpeza da vegetação)
- Seleção e recolha de pedras de xisto
- Construção de fundações de paredes
- Construção de muros de pedra para dividir terras agrícolas

Todos os trabalhos serão liderados por um técnico de construção tradicional/sustentável. As informações sobre o material de proteção individual a utilizar serão dadas aos participantes após a realização da inscrição. 

Atividades de lazer

- Visita ao Centro de Interpretação dos Pombais Tradicionais 
- Visita ao Centro de Valorização do Burro de Miranda
- Visita ao Castelo de Algoso
- Caminhadas e observação de aves
- Visita ao Miradouro Fraga do Puio e ao Ecomuseu Terra Mater

NOTA: A Palombar reserva-se o direito de alterar o plano de atividades.

 

60.º CTVI | RECUPERAÇÃO DE POMBAL TRADICIONAL

O 60.º Campo de Trabalho Voluntário Internacional (CTVI), dedicado à recuperação do património rural, é organizado pela Palombar - Conservação da Natureza e do Património Rural, em parceria com a associação francesa Rempart, o Município de Vimioso e a União das Freguesias de Algoso, Campo de Víboras e Uva, e decorre entre os dias 6 e 17 de julho, na aldeia de Uva, no concelho de Vimioso (Bragança).

Durante este CTVI, serão realizadas atividades de recuperação de um pombal tradicional, com recurso a técnicas de construção tradicionais, que utilizam materiais ecológicos e sustentáveis. Estas estruturas têm um valor cultural, arquitetónico e ecológico fundamentais e o seu restauro e manutenção são essenciais para assegurar a conservação do património rural e natural da região de Trás-os-Montes.

 

INSCRIÇÃO

A inscrição no 60.º CTVI pode ser realizada por todas as pessoas maiores de 18 anos.
Número máximo de participantes: 14. 

Preço (inclui alojamento, refeições e atividades de lazer) 
Preço geral 120€
Sócios/as da Palombar 100€

PROGRAMA

Em todos os dias do 60.º CTVI, o período da manhã será dedicado aos trabalhos de recuperação e as tardes serão maioritariamente preenchidas com atividades de lazer para descoberta do território.

Programa diário


7:00 - 13:00 Recuperação do pombal 
13:00 - 15:00 Almoço
15:00 - 19:30 Atividades de lazer
19:30 - 21:30 Jantar

Atividades a realizar durante o 60.º CTVI

- Remoção do reboco denificado do pombal
- Reconstrução das paredes do pombal, se necessário
- Reparação  do telhado, se necessário
- Preparação da argamassa de calcário
- Caiar as paredes

Todos os trabalhos serão liderados por um técnico de construção tradicional/sustentável. As informações sobre o material de proteção individual a utilizar serão dadas aos participantes após a realização da inscrição. 

Atividades de lazer

- Visita ao Centro de Interpretação dos Pombais Tradicionais
- Visita ao Centro de Valorização do Burro de Miranda
- Visita ao Castelo de Algoso
- Caminhadas e observação de aves
- Visita ao Miradouro Fraga do Puio e ao Ecomuseu Terra Mater

NOTA: A Palombar reserva-se o direito de alterar o plano de atividades.