Palombar

pesquisa
  • Notícias

Notícias

Informe-se sobre as nossas ações

Scroll Down

21 Maio, 2020

Hoje é o dia da maior rede de áreas protegidas do mundo e os "Jovens e a Natureza" são o foco das comemorações

Hoje é o dia da maior rede de áreas protegidas do mundo e os

Douro Internacional. Fotografia Roberto Corvino.

Hoje é o dia da maior rede de áreas protegidas do mundo, a Rede Natura 2000, e os "Jovens e a Natureza" são o foco das comemorações. O Dia Europeu da Rede Natura 2000, 21 de maio, corresponde à data de aprovação, em 1992, da Diretiva Habitats da União Europeia (UE) e do Programa LIFE, que financia projetos de conservação da natureza no espaço europeu.

A Diretiva Habitats e a Diretiva Aves, de 1979, são os dois pilares centrais da Rede Natura 2000. O mote das comemorações da data este ano é "Jovens e Natureza" e tem como objetivo inspirar as novas gerações a estarem envolvidas e empenhadas na preservação e proteção da Natureza.

Atualmente, a Rede Natura 2000, o principal instrumento de conservação da Natureza e da Biodiversidade na UE, integra mais de 27 800 locais na terra e no mar que estão protegidos para assegurar a preservação do património natural europeu.

Como é constituída a Rede Natura 2000?

A Rede Natura 2000 é composta por:

Zonas de Proteção Especial (ZPE) - estabelecidas ao abrigo da Diretiva Aves, têm como principal objetivo garantir a conservação das espécies de aves, e dos seus habitats, listadas no seu Anexo I, e das espécies de aves migratórias não referidas no Anexo I e cuja ocorrência seja regular no território europeu;

Zonas Especiais de Conservação (ZEC) - criadas ao abrigo da Diretiva Habitats, visam contribuir para assegurar a Biodiversidade, através da conservação dos habitats naturais (Anexo I) e dos habitats de espécies da flora e da fauna selvagens (Anexo II), considerados ameaçados no espaço da União Europeia;

Sítios de Importância Comunitária (SIC) -  um SIC é definido pela Diretiva Habitats como um sítio que, na região ou regiões biogeográficas a que pertence, contribui de forma significativa para a manutenção ou recuperação de um estado de conservação favorável de um tipo de habitat natural ou de uma espécie, podendo também promover a coesão da Rede Natura 2000 e/ou a manutenção da biodiversidade nessa região ou regiões.


Rede Natura 2000. Fonte natura2000.eea.europa.eu.


Quais são os projetos da Palombar desenvolvidos em territórios da Rede Natura 2000?


Sentinelas
O 'Sentinelas - marcação e seguimento de grifos Gyps fulvus como ferramenta de combate ao uso ilegal de venenos em Portugal' é um projeto da Palombar - Conservação da Natureza e do Património Rural financiado, no seu primeiro ano (2019), pelo Fundo Ambiental – Ministério do Ambiente e da Transição Energética (FA-MATE), que tem como parceira a Universidade de Oviedo (Espanha). As ZPE Douro Internacional e Vale do Águeda, Serra do Gerês, Montesinho e Nogueira e Rios Sabor e Maçãs são os territórios de implementação deste projeto.
Saiba mais em www.sentinelas.pt

ConnectNatura
O 'ConnectNatura – Reforço da Rede de Campos de Alimentação para Aves Necrófagas e Criação de Condições de Conectividade entre Áreas da Rede Natura 2000' é um projeto da Palombar que tem como objetivo a conservação de espécies estritamente e parcialmente necrófagas que constam do Anexo I da Diretiva Aves e que possuem um estatuto de conservação desfavorável em Portugal, em particular o abutre-preto (Aegypius monachus), o britango (Neophron percnopterus), o grifo (Gyps fulvus) e a águia-real (Aquila chrysaetos). O ICNF é parceiro deste projeto, que foi financiado, no seu primeiro ano (2018), pelo FA-MATE. As ZPE Serra do Gerês e Montesinho e Nogueira são os territórios de implementação deste projeto.
Saiba mais em www.connectnatura.pt

HotSpot de Biodiversidade
O HotSpot de Biodiversidade é um projeto desenvolvido pela AEPGA - Associação para o Estudo e Proteção do Gado Asinino e pela Palombar, que visa fomentar e proteger a biodiversidade única presente no território dos rios Sabor, Maçãs e Angueira, um Sítio de Importância Comunitária (SIC) da Rede Natura 2000, através da criação de uma micro-reserva ecológica. Este projeto foi financiado, no seu primeiro ano (2019), pelo FA-MATE.
Saiba mais em www.hotspotbiodiversidade.aepga.pt

Grupo Nordeste
O Nordeste – Grupo para a Promoção do Desenvolvimento Sustentável é constituído pela AEPGA – Associação para o Estudo e Proteção do Gado Asinino, pela APFNT - Associação dos Produtores Florestais do Nordeste Transmontano e pela Palombar e pretende dar vida a um modelo de intervenção que, unindo a conservação da Natureza à agricultura e à exploração florestal sustentável, promova o envolvimento das comunidades locais e dinamize o desenvolvimento integrado do espaço rural nos vales dos rios Sabor e Maçãs, que estão inseridos na ZPE Rios Sabor e Maças. A maioria das ações realizadas pelo Grupo Nordeste é financiada pela EDP Produção e enquadrada na implementação de medidas de mitigação dos impactos gerados pelo Aproveitamento Hidroelétrico do Baixo Sabor.
Saiba mais em www.nordeste.eu

Life Rupis
O 'Life Rupis – Conservação do britango (Neophron percnopterus) e da águia-perdigueira (Aquila fasciata) no vale do rio Douro’ é um projeto de conservação transfronteiriço, financiado através do Programa LIFE da União Europeia. Coordenado pela Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA), o projeto Life Rupis tem mais oito parceiros: a Palombar, a Associação Transumância e Natureza (ATNatureza), o Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), a Junta de Castilla y León, a Fundación Patrimonio Natural de Castilla y León, a Vulture Conservation Foundation (VCF), a EDP Distribuição e a Guarda Nacional Republicana (GNR). A ZPE Douro Internacional e Vale do Águeda (em Portugal) e a ZEPA Arribes del Duero (Espanha) são os territórios de implementação deste projeto.
Saiba mais em www.rupis.pt